Guri.

Eu ligo… e como ligo, sempre consegui encontrar, mas sem conseguir acreditar (não posso parar de sonhar).

Eu ligo… e como ligo, nos seus olhos ainda há (há tanta coisa a se sonhar) e é neles que eu sinto, o que para você já não existe mais (e está tão nítido, são só milhas de distância, saciadas por algumas fotos e versos que transformam um mundo que eu não consigo escapar).

A viagem com novos roteiros sem dia pra acabar, aquela que nem ao menos começou, a que não é apenas um roteiro, é algo bem maior, que nenhuma passagem pode comprar, com direito a ida, sem forças para voltar, ou dizer o adeus (não se vá, fique para sempre em meus ouvidos, em meus olhares).

O ciclo do que eu sinto, do que você poderá sentir, não pode passar, por mais que ninguém entenda (aquele sorriso e aquele brilho no olhar, ninguém tira de mim).

Eu ligo… e como ligo, e é na sua voz  que posso encontrar, tudo o que eu jurei jamais recomeçar (mas você não precisa falar, seu olhar diz muito mais a mim do que a minha vida inteira conseguiu me passar).

Eu ligo… e como ligo, sinto falta do que nunca tive, sinto saudades do que ainda não vivi, sinto a vontade de realizar aquilo que não cabe mais em mim (você já tem um lugar, e saiba que esse ninguém tira de ti, é seu e sempre será).

Se eu já soubesse o quanto tudo isso que eu sonho é real (mas se eu já soubesse), eu estaria agora em seus braços, e deles eu jamais sairia (não existe outro lugar para eu ficar, além dos braços que de longe eu consigo alcançar).

O Amor é bem maior do que dizem, sei disso por que sinto o impossível, e não que seja eterno, mas sim sincero, não que seja pra sempre, mas sim constante, renovável, e indispensável (i go) (mas só se for para nunca mais voltar, nunca mais sair deste sonho ‘desta viagem’).

E quem disse que eu faço algum sentido? E quem disse que tudo isso tem alguma explicação? (mas assustada estou, e faz 8 anos, um susto diferente, desses que seu coração para e recomeça a bater aos poucos ‘o tal amor que ninguém compreende’ ‘a parada que todo mundo acha que sente’). OOOOOH São Paulo (por que está tão perto, estando longe?) por que dessas milhas que me deixam tão distante? (e que sotaque, muito obrigada ao SUUUUUL, porque esse SOTAQUE não tem igual, um gaúcho do litoral).

Para que dormir, se nem em sonhos eu consigo esquecer? Como dormir? Se foi com você que deixei a tranqüilidade (minha vida e o meu coração) e tanto falo das palavras (tão belas palavras ‘uma perfeita viagem’… elas estão em mais de 50 textos, que eu ando explodindo, desde o dia em que me dei conta do sonho em que eu jamais acordava).

E no meu coração eu consegui sentir ♥ Você pode vir junto? (pelamordedellsGURI) ‘e aonde isso vai dar, não cabe a nós decidir.’ (e é por isso que eu suplico aos astros, a pessoa que comanda os amores impossíveis, a você sem saber se está ouvindo, sentindo ou pelo menos lendo uma letra que seja…)

QUEM NÃO FAZ SENTIDO AQUI, sou eu. Mas eu não consigo PARAR. Não mais. (eu nunca vou deixar de SONHAR).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s